Notícias

Nupsi divulga o seu relatório bienal 2009-2011

Relatório Bienal do Nupsi – Núcleo de Psicopatologia, Políticas Públicas de Saúde Mental e Ações Comunicativas em Saúde Pública – Núcleo de Apoio à Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo

Dos programas de atividades inicialmente propostos e aprovados em dezembro de 2009, destacamos neste relatório projetos que, no biênio 2010-2011, realizaram de modo especialmente abrangente as seguintes diretrizes explicitadas no documento de propositura do NUPSI:

As ações comunicativas devem e podem cumprir papel fundamental na inclusão social, bandeira comum das políticas públicas contra postas à precarização e à escassez de trabalho e à desassistência aos sofrimentos psíquicos e físicos da população. Isso porque, antes de tudo, as ações comunicativas articuladas à dimensão social da saúde constituem recurso estratégico para dar voz e participação às comunidades na determinação do sentido da inclusão social que se venha a praticar.

Em ampla consonância com tais diretrizes, o Projeto Invenções Democráticas no Quilombo (que, no transcurso do trabalho comunitário, passou a ser conhecido como Projeto Quilombo Livre) e o Projeto Autoformação Local Pinheiros (que, no transcurso do trabalho comunitário, passou a ser conhecido como Projeto Autoformação Pinheiros), concretizaram – em desdobramentos que adiante detalharemos – as seguintes modalidades extensivas previstas no Regimento de Cultura e Extensão Universitária da Universidade de São Paulo, aprovado pela Resolução CoCEx nº 4940:

  • Participação em projetos comunitários;
  • Elaboração de diagnósticos;
  • Divulgação nos meios de comunicação do conhecimento produzido mediante radiodifusão, colóquios e publicações;
  • Armazenamento digital do conhecimento produzido e divulgado.

No que concerne à divulgação nos meios de comunicação do conhecimento produzido mediante colóquios, destacamos a bem-sucedida organização o I Colóquio Internacional NUPSI Invenções Democráticas em Interação, realizado de 8 a 10 de abril de 2011 na FSP-USP.

No que tange à divulgação nos meios de comunicação do conhecimento produzido mediante publicações, destacamos a parceria entre o NUPSI e a Autêntica Editora, viabilizando a idealização e a implementação da Coleção Invenções Democráticas, bem como a organização e o lançamento dos seus três primeiros livros:

No que tange à divulgação nos meios de comunicação do conhecimento produzido mediante armazenamento digital, destacamos como uma das mais importantes realizações do biênio, no sentido da democratização da informação e da comunicação, a organização do site nupsi.org.

No que diz respeito ao alargamento prático da concepção de extensão universitária explicitada pela Resolução CoCEx nº 4940, de vinte e seis de junho de 2002, segundo a qual “a extensão universitária é um processo que articula o ensino e a pesquisa de forma a viabilizar a interação transformadora entre a universidade e a sociedade”, abriram-se no biênio em tela três importantes horizontes de parceria:

  1. Parceria entre o Nupsi e o Curso de Especialização em Psicopatologia e Saúde Pública do Departamento de Saúde Materno-Infantil da Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, consubstanciada na realização conjunta do evento Invenções Democráticas em Interação, fazendo o I Colóquio Internacional Nupsi acontecer de modo sinérgico e simultâneo com relação ao VII Colóquio de Psicopatologia e Saúde Pública FSPUSP, conforme a programação em anexo;
  2. Parceria entre o Nupsi e o Instituto Norberto Bobbio – Cultura, Democracia e Direitos Humanos, tendo em vista cooperação técnica e operacional para implementação de Planos de Trabalho dentre os quais se destacam aqueles relacionados às redes educativas comunitárias do Plano de Auto-Formação Local do Centro de São Paulo – Projeto Luz, região em que está situado o Instituto. Trata-se de sistema de corresponsabilidade entre escolas, famílias e comunidades, com foco na garantia de condições para o desenvolvimento integral de crianças e jovens. A participação do Instituto poderá ocorrer nos quatro eixos das redes: grupos articuladores, trilhas educativas, comunicação comunitária e arranjos culturais, conforme protocolo de intenções em anexo;
  3. Parceria entre o Nupsi e a Divisão de Tecnologia Social do Escritório de Inovação Tecnológica da Universidade Federal do Mato Grosso (EIT-UFMT) para consolidação e potencialização de ações de inclusão e coesão social, em conformidade às diretrizes do Fundo de Cultura e Extensão da Universidade de São Paulo, conforme carta de intenções de parceria em anexo.
Lista de anexos