Reunião Autoformação Pinheiros. Foto: Renato Cosentino.

O fórum Autoformação Pinheiros reúne indivíduos e organizações com objetivo de compartilhar experiências e saberes para garantia dos direitos fundamentais da população. Mais…

Autoformação Pinheiros

O fórum Autoformação Pinheiros reúne, desde 2008, indivíduos e organizações atuantes na área de abrangência da Subprefeitura de Pinheiros com objetivo de compartilhar experiências e saberes comprometidos com a garantia dos direitos fundamentais das pessoas que vivem ou frequentam a região para ampliar seu repertório e fortalecer sua capacidade associativa e participativa.

Com base neste processo, almeja-se a constituição de uma proposta de desenvolvimento local através da educação integral, que será realizada com base em arranjos locais, estabelecendo relações de confiança e apoio recíproco entre as organizações do território, para transformá-lo numa comunidade de aprendizagem onde todos possam participar, aprendendo e ensinando.

A articulação orientada à Autoformação de diferentes atores, recursos e espaços situados num mesmo território permite o estabelecimento de alianças e canais de comunicação entre as suas diversas esferas, tendo em vista o reconhecimento, a criação, o aumento e a diversificação significativa das ofertas educativas disponíveis.

A Autoformação Pinheiros cadastrou cerca de 100 pessoas que fazem parte de 40 entidades que recebem os informes da articulação e participam virtualmente dos processos. Nos encontros presenciais permaneceram ao longo de todo o processo nove organizações: Associação Cidade Escola Aprendiz, NUPSI, Centro de Saúde Pinheiros, Escola de Enfermagem da USP, Associação Brasileira de Promoção a Saúde (ABPS), Projetos Terapêuticos, Movimento Boa Praça, Casa da Cidade, Posto de Saúde Pera e Iniciativa Local.

Resultados mais significativos alcançados :

Na Autoformação, a rede sociopedagógica da área de abrangência da prefeitura de Pinheiros foi mapeada, mobilizada para participar dos fóruns públicos locais e estimulada a realizar parcerias voltadas para a promoção do desenvolvimento integral dos indivíduos do território.

A partir da Autoformação Pinheiros, a rede articulada no território, composta pelas iniciativas da sociedade civil, os serviços públicos e privados voltados para assistência social, saúde, cultura e educação passaram a dialogar entre si, compartilhar suas experiências e visões, com vistas a construir um projeto educativo comum.

Este compartilhamento possibilitou a realização de um diagnóstico participativo das condições que ameaçam e das que potencializam a saúde e a vida das crianças e dos adolescentes no território. Este diagnóstico permitiu superar o olhar distanciado dos bons indicadores de Pinheiros, demonstrando a grande desigualdade entre os moradores do território e os usuários dos seus serviços públicos, inclusive as escolas, que vem de diversas outras regiões da cidade.

Com base neste diagnóstico, foi possível definir o objetivo geral da articulação no sentido do desenvolvimento integral dos indivíduos no território e realizar ações em parceria voltadas para este objetivo que beneficiaram centenas de pessoas.

A Autoformação também teve como resultado a sistematização de uma metodologia de articulação baseada em:

  1. Estratégias voltadas para garantir a permanente abertura do fórum a novos participantes e, ao mesmo tempo, sustentar a continuidade de um plano de trabalho. Dentre estas estratégias, destacam-se a elaboração da Carta de Princípio e a formação de grupos de trabalho (GTs);
  2. Uso de ferramentas de comunicação colaborativa;
  3. Integração dos objetivos das organizações com os objetivos da rede, de modo a possibilitar que a participação implique ganhos para todos, fortalecendo suas ações, ampliando seu público e diversificando sua atuação, seus parceiros e, idealmente, também suas fontes de financiamento;
  4. Ações em parceria orientadas pelos princípios da rede e voltadas para seus objetivos (praticáveis);
  5. Estratégias voltadas para garantir a pluralidade dos fóruns, incluindo crianças, jovens, adultos e idosos, pessoas de diferentes níveis socioeconômicos e formação.

A Autoformação Pinheiros cumpriu sua função de ser um lócus permanente da rede das organizações mobilizadas pela educação integral em Pinheiros, com a realização de Praticáveis que beneficiaram diretamente cerca de 500 crianças, adolescentes e adultos do bairro, a produção de mapeamentos, diagnósticos técnicos e participativos, que subsidiam as ações de outros fóruns locais.

Reorientação :

Tendo cumprido sua função, a partir de 2011, a rede da Autoformação Pinheiros passou a se mobilizar em torno dos seguintes projetos e fóruns:

  • Fórum da Criança e do Adolescente
  • Agência Comunitária de Notícias de Pinheiros
  • Conselho da Rádio Comunitária da Vila Madalena
  • Projeto Lúdico Exploratório

Discute-se, no momento, também a criação de um fórum (ou retomada da Autoformação) para a elaboração de um Plano Educativo de Bairro.

Mais informações em http://autoformacaolocal.pbworks.com

NUPSI na Autoformação

A participação do NUPSI neste fórum tem como objetivos:

  • Integração da dimensão da saúde na construção coletiva de um projeto educativo de bairro.
  • Produção de diagnóstico psicossocial participativo.
  • Proposição de praticáveis para a criação e promoção de direitos de saúde.
  • Integração do fórum com as Invenções Democráticas : apresentação da Autoformação por seus integrantes no I Colóquio Internacional NUPSI – Invenções Democráticas em Interação ( 08, 09 e 10 de abril de 2011 ), na Oficina ” Projeto Educativo Local “.

Equipe NUPSI:

  • David Calderoni
  • Maria Lúcia Calderoni
  • Lilian Kelian
  • Helena Singer